Favoritos Página Principal E-mail
      Selecione a posição:




RODINEI
 
Nome: Rodinei Marcelo de Almeida
 
Data de nascimento: 29/01/1992
Local de nascimento: Tatuí-SP
Posição: Lateral-direito
Altura e peso: 1,75m e 70 Kg
Clubes: Avaí (2011, 2012), Marcílio Dias (2012), Corinthians (2012–2013), CRAC-GO (2013), Penapolense (2014), Ponte Preta (2014-2015) e Flamengo (2016-2019)
Títulos: Campeonato Carioca (2017 e 2019), Campeonato Brasileiro (2019) e Copa Libertadores (2019)
Estréia: 21/01/16 - Ceará 3x3 Flamengo
Despedida: 08/12/19 - Santos 4x0 Flamengo
Jogos pelo Flamengo: 160 jogos
Gols pelo Flamengo: 8 gols
Contrato: Deixou o clube

Descrição: Aos 17 anos, Rodinei começou a sua carreira, passando por Videira e Porto União, antes de chegar nas categorias de base do Avaí. Subiu para o time profissional em 2011. Não chegou a estrear profissionalmente no Leão, tendo ficado no banco de reservas em apenas duas oportunidades. Sem espaço no Avaí, foi emprestado ao Marcílio Dias para o restante do Campeonato Catarinense de 2012.
Chegou ao Corinthians para atuar nos juniores do time paulistano por indicação de Marcelinho Paulista. Pelos profissionais fez apenas uma partida, entrando nos minutos finais de um jogo contra o Cruzeiro. Em março de 2013 foi
devolvido ao Avaí. Repassado por empréstimo
ao CRAC, de Goiás, Rodinei disputou a Copa do Brasil de 2013 e a Série C de 2013. Defendeu a Penapolense no Paulista de 2014. Se destacou e chamou a atenção da Ponte Preta, que o contratou logo após o fim do estadual.
Depois que entrou na equipe titular da Ponte, conseguiu atuar com regularidade e não perdeu mais a posição. Foi considerado um dos melhores laterais-direitos da Série B. Rodinei acabou renovando com a Ponte Preta para a temporada de 2015. Um dos pilares do Majestoso, principalmente pelo poder ofensivo, manteve os níveis de atuações de 2014 e antes mesmo do
fim do Campeonato Brasileiro ele já era cobiçado por diversas equipes. No final de 2015, assinou contrato de quatro anos com o Flamengo. Foi titular num primeiro momento, mas logo perdeu a posição para Pará. Teve seu melhor momento na final do Carioca 2017, quando marcou o gol que sacramentou o título. Nos ano seguinte recuperou a posição de titular, mas sem conseguir agradar a torcida. No final de 2019 fou emprestado ao Internacional.

 



Voltar | Topo | Home
Site criado por Daniel Marques. Todos os direitos reservados ©.   
Free Web Hosting