Favoritos Página Principal E-mail
 
      Selecione a posição:




EMERSON
 
Nome: Márcio Passos de Alburquerque
 
Data de nascimento: 06/09/1978
Local de nascimento: Nova Iguaçu-RJ
Posição: Atacante
Altura e peso: 1,71m e 69 Kg
Clubes: São Paulo (98-99), Cons. Sapporo-JAP (2000), Kawasaki Frontale-JAP (2001), Urawa Reds-JAP (2001-2005), Al-Sadd-QAT (2005-2007, 2008-2009), Rennes-FRA (2007), Flamengo
(2009, 2015-2016), Al-Ain-EAU (2009-2010), Fluminense (2010-2011), Corinthians (2011-2014, 2015) e Botafogo (2014)
Títulos: Campeonato Paulista (2013), Campeonato Carioca (2009), Campeonato Brasileiro (2009, 2010 e 2011), Recopa (2013), Copa Libertadores (2012), Mundial de Clubes (2012), Copa do Japão (2003 e 2005), Copa do Qatar (2006 e 2007), Campeonato do Qatar
(2006 e 2007) e Supercopa dos EAU (2009)
Estréia: 05/04/09 - Flamengo 1x1 Fluminense
Despedida: 05/11/16 - Flamengo 0x0 Botafogo
Jogos pelo Flamengo: 82 jogos
Gols pelo Flamengo: 23 gols
Contrato: Deixou o clube

Descrição: Revelado pelo São Paulo em 1998, Emerson saiu cedo do Brasil, antes mesmo que seu nome pudesse ser conhecido. Jogando no Japão, se tornou um dos atacantes mais importantes no futebol asaiático, sempre marcando muitos gols. Acabou se transferindo para no Rennes, da França, onde não obteve o mesmo sucesso, partindo rumo ao futebol do Qatar. Em terras árabes, o atacante voltou a mostrar o seu melhor futebol e marcar muitos gols, se tornando ídolo. Mas Emerson ainda tinha um sonho a realizar: jogar no clube de coração.
Foi contratado pelo Flamengo para reforçar o ataque na temporada 2009. Em abril estreou no clássico contra o Fluminense. Entrou no 2º tempo e logo na sua estréia aos empatou o jogo para o Flamengo com gol nos acréscimos. Ajudou na conquista do título do Estadual 2009, e com a chegada de Adriano, formou uma dupla de ataque que vinha correspondendo muito bem no Brasileirão. Mas os 'petrodólares' falaram mais alto, e Emerson acabou se transferindo em agosto para o Al-Ain, dos Emirados Árabes.
Voltou ao Brasil em 2010, no Fluminense. Marcou o gol do título tricolor no Brasileiro de 2010, mas foi dispensado em 2011 após cantar uma música do Flamengo no ônibus do Flu. Foi contratado
pelo Corinthians, onde logo se tornou ídolo, sendo decisivo em algumas das maiores conquistas do clube, como Brasileiro, Libertadores e Mundial de Clubes. A partir de 2014 perdeu espaço, e foi emprestado ao Botafogo para a disputa do Brasileiro. Com o clube em crise e à beira do rebaixamento, Sheik acabou dispensado antes mesmo do fim da competição. Retornou ao Corinthians em 2015, onde voltou a marcar gols importantes, mas teve que deixar o clube devido a grave crise financeira corinthiana. Retornou ao Flamengo após quase seis anos, com contrato
até o fim do ano. Fez boas partidas no começo, mas aos poucos foi caindo de rendimento. Seguiu no clube em 2016, sendo titular absoluto com Muricy Ramalho. Após a saída de Muricy foi
pouco aproveitado por Zé Ricardo, e com um desempenho ruim. Deixou o clube no final do ano.

 



Voltar | Topo | Home
Site criado por Daniel Marques. Todos os direitos reservados ©.   
Free Web Hosting