Favoritos Página Principal E-mail
 

Sinais de Desespero

O Flamengo já começa a apresentar os primeiros sinais de desespero na temporada. Durante o campeonato carioca, mesmo com a eliminação nas semifinais dos dois turnos (com destaque para a campanha horrível na Taça Rio), em nenhum momento notou-se um clima de instabilidade tão grande quanto ao que passamos agora.

Após o péssimo início de Brasileiro (o pior da era de pontos corridos) a diretoria já dá sinais de que pretende abandonar de vez o projeto montado para o futebol no início da gestão. Em maio foi anunciada a demissão de Dorival Júnior do cargo, por conta de seu alto salário, considerado pela alta cúpula rubro-negra como "fora da realidade financeira do clube". Para o seu lugar foi contratado Jorginho, tido como muitos como uma aposta viável e que poderia dar certo. Engano. Em menos de dois meses, os péssimos resultados fizeram o treinador ser demitido do cargo após a derrota para o Náutico na quarta.

Na sexta, os principais portais esportivos noticiaram que Paulo Pelaipe, o homem de confiança dos diretores no futebol, já não é unanimidade e sua saída já estaria sendo arquitetada dentro clube, cogitando até o nome de Zico para substitui-lo no cargo. Outro nome que também vem sendo bastante contestado é o de Carlos Eduardo. Tido como o principal reforço do clube destacando o fato de se encaixar nas contratações "sem custo do time", Cadu vem saindo caro para o Rubro-Negro. Participando em apenas 10 partidas e longe de render o esperado pela torcida e diretoria, o meia já custou 2,5 milhões aos cofres do clube e parte da torcida já pede sua devolução ao Rubin Kazan (direito assegurado em uma cláusula no contrato do jogador).

Ao que tudo indica, a diretoria já tenta se desfazer do projeto inicial, e já planeja novos rumos para o futebol do Flamengo. Após vários golaços fora de campo, como os patrocínios firmados com Peugeot, Caixa e Adidas, além do pagamento de milhões de reais em dívidas, e o lançamento do programa de sócio torcedor Nação Rubro-Negra, mas dentro de campo, os resultados não vem sendo satisfatórios. Agora resta torcer para corrigirem os erros que foram cometidos para sonharmos por algo maior no Campeonato Brasileiro, bem longe da zona de rebaixamento.

Por Danilo Queiroz, Auxiliar Administrativo/Financeiro


COMENTÁRIOS



Voltar | Topo | Home
Site criado por Daniel Marques. Todos os direitos reservados ©.   
Free Web Hosting