Favoritos Página Principal E-mail
 

Assuntos gerais

- O Flamengo chegou a mais uma decisão de Estadual. Como já era esperado, passou com extrema facilidade pela Cabofriense. Como em todo o campeonato, o time de Jayme de Almeida levou a sério os dois jogos, mesmo depois de praticamente garantir a vaga já no primeiro jogo. O adversário na final será o Vasco, que surpreendeu ao passar pelo Fluminense na outra semifinal. Pela campanha que realizou até agora, o Mengão merece esse título. Mas todo cuidado é pouco diante de um adversário motivado a fazer história, após 11 anos sem conquistar este título e 25 anos sem nos vencer em finais. Somos superiores, mas precisamos manter a seriedade de sempre para confirmar o favoritismo.

- Chamaram a atenção nestas semifinais do Carioca os baixos públicos nos quatro jogos. Flamengo e Cabofriense não levaram nem 10 mil pessoas em ambos os jogos. Já Vasco e Fluminense não passaram dos 20 mil. Com ingressos caros demais para a relevância do campeonato, nem chega a ser surpresa este fracasso de público até em jogos decisivos. Chegou a hora dos clubes repensarem os preços dos ingressos. Será que é tão difícil perceber que é melhor ter 30 mil pessoas no estádio pagando em média R$ 15,00 de ingresso do que ter 10 mil pagando R$ 40,00? Estão contribuindo para desvalorizar ainda mais um campeonato que já tem pouco valor para a maioria dos torcedores.

- O Flamengo ganhou dois importantes reforços para a reta final do Estadual e para uma possível fase de mata-mata da Copa Libertadores. Márcio Araújo e Luiz Antonio melhoraram bastante a qualidade do elenco de volantes, e já são titulares absolutos quando estamos com todos os jogadores à disposição. Márcio é uma grata surpresa, está mostrando uma qualidade na cobertura e na distribuição de jogadas que eu não esperava. Já Luiz não chega a ser uma surpresa, foi um dos destaques do time campeão da Copa do Brasil e parece ter começado 2014 no mesmo ritmo. Se passarmos da primeira fase da Libertadores teremos um meio-campo bem mais forte à partir das oitavas.

- Falando em Copa Libertadores, nossa situação ficou bem menos complicada após a surpreendente vitória do Bolívar sobre o León no México. Agora podemos nos classificar em segundo do grupo apenas empatando com o Emelec em Guaiaquil e depois vencendo o León no Maracanã. O que antes parecia improvável agora é bem possível. A questão é o Flamengo, mesmo com vários desfalques, conseguir jogar o suficiente para não perder este jogo no Equador. Não chega a ser uma missão quase impossível, mas vai precisar jogar um bom futebol que ainda não jogou em nenhuma partida nesta Libertadores 2014 para sair de lá com o resultado necessário.

- Em entrevista na última semana, o vice de futebol Wallim Vasconcellos afirmou que o Flamengo precisa de um “astro” no time. Eu discordo dele. Acho que apenas um craque não vai resolver todas as limitações da equipe. E ainda pode criar problemas num grupo aparentemente harmônico. Precisamos mesmo é de três ou quatros ótimos jogadores, que elevem a qualidade do time titular. Reforços do nível do Elias, por exemplo. Que possam ser referências dentro do time mesmo sem ser grandes craques. Hoje temos um elenco forte, mas um time apenas mediano. Acho que faltam estas referências para podermos disputar os títulos mais importantes em 2014, como Libertadores e Brasileiro.

Por Daniel Marques, editor-chefe do site Flamengo MTM


COMENTÁRIOS



Voltar | Topo | Home
Site criado por Daniel Marques. Todos os direitos reservados ©.   
Free Web Hosting