Favoritos Página Principal E-mail
 

Planejamento correto

Todos já devem saber que a prioridade do Flamengo na temporada 2014 é a disputa da Copa Libertadores da América. Mas neste primeiro semestre também está envolvido na disputa do Campeonato Carioca, que para muitos deveria ser deixado totalmente de lado. Eu não compactuo com esta opinião. Muitas das maiores alegrias que o Flamengo me proporcionou foram em títulos cariocas. O título invicto de 1996, o gol de Rodrigo Mendes na decisão de 1999, o show de Obina e Tardelli na final de 2008, os títulos nas decisões por pênaltis em 2007, 2009 e 2011, e principalmente o gol de Petkovic na final de 2001. Não nego que este é o título menos importante que o Mengão pode conquistar, mas ainda assim é um título. E títulos nunca são desprezíveis, sejam lá quais forem.

E dentro deste objetivo de priorizar a Libertadores, mas sem abrir mão da disputa pelo Estadual, o planejamento da comissão técnica rubro-negra está sendo perfeito até o momento. Nas duas primeiras rodadas escalaram apenas reservas pouco utilizados, que na sua maioria sequer ficam no banco de reservas do time principal. Assim os jogadores mais importantes tiveram uma semana a mais de pré-temporada. Nas três rodadas seguintes os titulares entraram em campo e readquiriram ritmo de jogo. A cada partida é nítida a evolução nas atuações, até chegarmos a excelente vitória de goleada contra o Macaé, na última rodada.

Agora o técnico Jayme de Almeida anuncia que voltará a escalar um time alternativo na próxima quarta-feira, contra o Boavista. Uma atitude corretíssima. Assim os titulares terão uma semana cheia para se preparar para o clássico de sábado contra o Fluminense e posteriormente a estreia na Libertadores, contra o León do México. Vamos para os dois jogos mais importantes deste início de ano com o time ao mesmo tempo descansado e com ritmo de jogo. E sem abrir mão da disputa do título carioca, já que estamos na liderança e temos elenco para vencer os pequenos mesmo quando os titulares estão sendo poupados.

Isto vai muito também do bom planejamento na montagem do elenco. Apesar do time titular, no meu ponto de vista, não ter se fortalecido em relação a 2013, o elenco está muito mais forte do que no ano passado. Temos muito mais opções para a montagem do time, e assim sobram também boas opções no banco de reservas. Alguns jogadores que já foram titulares no passado, como González, João Paulo e Nixon, sequer têm vaga no banco atualmente. A diretoria acertou ao montar um elenco numeroso para a disputa de duas competições simultâneas. Ainda faltaram duas ou três peças com potencial para elevar a qualidade do time titular, mas aí já é conversa para outro momento.

O importante agora é exaltar o planejamento muito bem feito para a disputa de Carioca e Libertadores. Que está sendo premiado com um bom início de temporada, com resultados positivos dentro de campo e uma preparação adequada fora dele. Sem abdicar de nenhuma competição. Ao contrário do que está acontecendo com o Botafogo, que escalou os titulares em apenas um jogo do Estadual, teve vários tropeços e já se vê longe dos líderes. Foi para o jogo da Pré-Libertadores sem o ritmo e o entrosamento necessários, perdeu em Quito e corre o risco de jogar o 1º semestre no lixo logo de cara. Este exemplo do rival mostra o quão problemático um mau planejamento pode ser para um clube. O Flamengo colhe os frutos de acertar no seu.

Por Daniel Marques, editor-chefe do site Flamengo MTM


COMENTÁRIOS



Voltar | Topo | Home
Site criado por Daniel Marques. Todos os direitos reservados ©.   
Free Web Hosting