Favoritos Página Principal E-mail
 

Dentro da normalidade

Depois de seis jogos de invencibilidade, enfim o Flamengo perdeu sob o comando de Jayme de Almeida. A derrota para o rival Botafogo não chega a ser uma surpresa, visto que eles possuem um time superior ao nosso, e um técnico mais capacitado também. Ao contrário de muita gente, eu não achei o Flamengo superior no jogo. Antes de abrir o placar a partida estava equilibrada, e depois disso o Botafogo foi melhor até fazer o segundo gol. Aí caiu novamente no erro de recuar demais para segurar a vitória, como no jogo do primeiro turno. E novamente o Mengão pressionou e perdeu muitos gols, desta vez não conseguindo se salvar no final. Até poderia ter empatado novamente, porém não achei a derrota injusta.

A verdade é que o time esbarrou nas suas próprias limitações, e também nas do seu treinador. Assim como já havia ocorrido no jogo contra o Inter, Jayme demorou demais para fazer as substituições, e sequer fez a última a que tinha direito. Com o time jogando “no abafa” na reta final do jogo e o Paulinho muito mal, ele poderia ter colocado o Marcelo Moreno para tentar aproveitar as inúmeras bolas lançadas na área. Com Rafinha e Nixon no banco, errou feio também ao apostar no fraco Bruninho. Esse vai se mostrando o principal defeito do nosso atual técnico: demora a perceber o momento de mudar o time, e às vezes erra na mudança ou sequer muda. Tem uma formação bem definida e que tem dado certo, mas em algumas situações de jogo tem que haver alternativas.

Oswaldo de Oliveira venceu de lavada esse duelo de técnicos. Conseguiu encontrar o posicionamento certo para Seedorf render seu melhor futebol e fazer a diferença, fugindo da marcação do Amaral. Acertou também em apostar no garoto Gegê, que participou dos dois gols. O Jayme não teve capacidade para perceber, ainda no intervalo, que precisava reforçar a marcação nestes dois jogadores e no Rafael Marques. A entrada de Luiz Antonio melhorou o time na marcação e na transição da defesa para o ataque. Mas foi tarde demais, quando o Botafogo já vencia o jogo e se retrancou. A insistência em André Santos no meio também tem atrapalhado o time, especialmente no segundo tempo dos jogos.

No duelo pela Copa do Brasil o Botafogo é favorito, mas isso não significa que nós já estamos eliminados. Esse time já mostrou que, mesmo sendo bastante limitado, consegue se superar e alcançar grandes resultados. Acredito que o Flamengo pode ao menos conseguir um empate e levar a decisão para os pênaltis. E aí seria um duelo imprevisível entre dois goleiros pegadores de pênalti: Felipe e Jefferson. O importante é os jogadores não se abaterem com a derrota e buscarem os três pontos contra o Bahia, para se afastar de vez da zona de rebaixamento e retomar o moral para a decisão de semana que vem.

Por Daniel Marques, editor-chefe do site Flamengo MTM


COMENTÁRIOS



Voltar | Topo | Home
Site criado por Daniel Marques. Todos os direitos reservados ©.   
Free Web Hosting