Favoritos Página Principal E-mail
 

Esperança

Após um primeiro semestre ruim dentro de campo, o Flamengo começa a fazer as mudanças necessárias para tentar salvar o ano de 2013 no futebol e evitar que a crise pelos maus resultados atrapalhe o bom trabalho nas outras áreas do clube. Nesta segunda-feira foi apresentado Mano Menezes, o novo treinador rubro-negro. Trocamos um técnico estagiário por um técnico de ponta, que tem tudo para fazer um bom trabalho e levar o Mengão a grandes conquistas, desde que tenha condições de realizar um trabalho à médio/longo prazo.

Lógico que apenas um bom técnico não resolverá todos os problemas do time. Precisamos de reforços do nível do Mano, ou seja, de time grande. Apenas com o elenco atual o máximo que podemos esperar é uma campanha mediana, de meio de tabela. Mas caso cheguem uns 4 ou 5 reforços de bom nível é possível sonhar ao menos com uma vaga no G4. Nem mesmo o título é totalmente impossível, não vi na “pré-estreia” do Brasileirão nenhum time com pinta de campeão. Por isso vemos as zebras Coritiba e Vitória nas primeiras posições. Caso o trabalho de Mano Menezes dê liga rapidamente e desta vez acertem nos reforços... Quem sabe?

Este período da Copa das Confederações é fundamental para times que estão em processo de reformulação, como o Flamengo. Haverá tempo para o novo técnico observar o elenco, indicar os reforços necessários e trabalhar o time com eles. Se tudo isso for feito no prazo correto, estaremos bem mais fortes para o reinício do campeonato contra o líder Coritiba. Muitos erros foram cometidos na condução do futebol rubro-negro nestes seis primeiros meses de gestão, então chegou a hora dos maiores acertos acontecerem. E a chegada do Mano me parece ser o primeiro deles.

Seus trabalhos em Grêmio e Corinthians foram excelentes. O que mais me chama a atenção não é nem o fato de ter resgatado estes clubes tradicionais da Série B. Logo no ano seguinte ao retorno à Série A o nosso novo técnico já conseguiu recolocar os times na briga por títulos importantes. No Grêmio foi campeão gaúcho e terceiro colocado no Brasileiro, e no ano seguinte vice-campeão da Libertadores. E no Corinthians foi campeão paulista e da Copa do Brasil. Agora assume o Flamengo com o mesmo objetivo, mas numa situação bem menos complicada.

Eu ainda acho necessárias mais mudanças no comando do futebol rubro-negro, com as saídas de Pelaipe e Wallim. Existem rumores da saída do primeiro, algo que o segundo nega veementemente. Mas já fico bastante satisfeito em saber que agora temos um técnico de verdade. E que podem chegar reforços que tornem a equipe realmente competitiva. Tomara que esta promessa não fique apenas no discurso vazio de um vice de futebol pouco capacitado para o cargo. Que desta vez aconteça realmente, pois precisamos muito. Chega de sermos coadjuvantes. A nação rubro-negra quer voltar a ter esperança, quer ver o Mengão novamente brigando na ponta da tabela.

Por Daniel Marques, editor-chefe do site Flamengo MTM


COMENTÁRIOS



Voltar | Topo | Home
Site criado por Daniel Marques. Todos os direitos reservados ©.   
Free Web Hosting