Favoritos Página Principal E-mail
 

Pacotão meia-boca

No dia seguinte ao Dia das Mães, eu juro pela minha que não gostaria de falar novamente sobre as contratações do Flamengo. Pensei em escrever sobre a volta da Adidas ou a chegada da Caixa, que trarão importantes receitas para manter as contas do Flamengo em dia na seqüência do ano. Mas pensando bem, de que adianta as coisas darem certo fora de campo se o time continuar aquém da grandeza do Mengão? Por isso vou sim falar do “pacotão” de contratações realizadas recentemente, que deverá ser complementado em breve com um lateral-direito, segundo o Pelaipe. Deveremos iniciar o Campeonato Brasileiro com estas sete caras novas e mais o time que vem jogando.

Sobre os “reforços” do interior paulista (Diego Silva, Val, Bruninho e Paulinho) eu nem vou tecer maiores comentários. Quem leu minha coluna da semana passada sabe bem a minha opinião sobre eles. Não sou daquele tipo de torcedor babaca que fica secando jogador que acha fraco só para confirmar sua opinião. Então vou torcer para que essa aposta em desconhecidos possa revelar ao menos um que seja útil para o elenco. Se revelar dois já será muito lucro. Mais que isso seria zebra, que me perdoem os mais otimistas que criam expectativa em jogador que nunca viu jogar ou que só viu jogar uma ou duas vezes. Os que elogiam por vídeos de Youtube com melhores momentos eu nem levo em consideração.

O zagueiro Roger Carvalho já é um reforço um pouco mais gabaritado, ao menos já atuou em times de Série A, e até com algum destaque. Mas também não chega a ser uma contratação que me agrade. É outro que nunca atuou em grande clube, e vem de passagens apagadíssimas por dois pequenos da Itália: Genoa e Bologna. Vive de uma boa temporada com o Figueirense em 2011, sob o comando de Jorginho, e só. Espero que ao menos venha apenas para compor elenco, não seria justo que sua relação estreita com nosso atual treinador cause a barracão de González ou Renato Santos. Essa dupla de zaga pra mim é a melhor do Flamengo desde o Hexa Brasileiro. Não é a melhor do Brasil, mas tem dado conta do recado desde o final do ano passado.

A única contratação que me agradou e que tem pinta realmente de reforço é a de Marcelo Moreno. É um centroavante goleador que, ao contrário do Hernane, tem bastante recursos, é bom tecnicamente. Os gols que ele marcou contra o Flamengo no ano passado dificilmente o Brocador faria. Talvez até desse um jeito de botar lá dentro, mas nunca com a mesma categoria do Moreno. Teremos um ganho muito grande com a entrada dele no time, e ainda por cima teremos o atual titular como uma boa opção no banco de reservas. Ao menos de centroavante o Mengão está bem servido agora.

No mais achei esse pacotão de contratações muito meia-boca, principalmente para quem sonha em disputar a Libertadores em 2014. Vejo atualmente pelo menos oito times no futebol brasileiro com elencos mais qualificados do que o nosso. Para tentar superar estes times, só se (ao menos desta vez) o Wallim cumprir sua promessa de buscar reforços no exterior quando a janela se abrir, em julho. Com mais três ou quatro reforços do nível do Marcelo Moreno é possível brigar com os melhores. Apenas com o que temos hoje, é fazer 46 pontos no Brasileiro e chegar no máximo nas quartas-de-final da Copa do Brasil. E olhe lá. Torço muito para que o bom trabalho que estão fazendo fora de campo não seja comprometido por mais um ano de fracassos no futebol.

Por Daniel Marques, editor-chefe do site Flamengo MTM


COMENTÁRIOS



Voltar | Topo | Home
Site criado por Daniel Marques. Todos os direitos reservados ©.   
Free Web Hosting